ursopreto.com

Croatá, no Ceará, receberá a Primeira Cidade Inteligente do Mundo

A primeira cidade inteligente social do mundo está sendo construída no município de Croatá, no Ceará, a 55 km da capital do estado, Fortaleza. Dedicada às habitações sociais, a primeira etapa será entregue até dezembro de 2017.

A Planet Idea, startup italiana responsável pelo projeto, informou que a cidade se chamará Smart City Laguna e incluirá o condomínio industrial Smart City Ecopark. Esta será a primeira cidade inteligente do mundo com habitações sociais e seu projeto se baseia em 4 pilares fundamentais: pessoas e inclusão social, planejamento urbano e arquitetura, tecnologia e serviços e meio ambiente.

O intuito do projeto é proporcionar maior sustentabilidade, um grau mais elevado de promoção e integração social e melhor qualidade de vida. O empreendimento busca trazer melhorias não só para os moradores da Smart City, mas para a população de toda a região, dando a possibilidade aos habitantes de Croatá de não se sentirem como se vivessem às margens da cidade, afim de reafirmar o sentimento e a dimensão de pertencer a uma comunidade.

Receptiva às necessidades de todos, a cidade inteligente investe em um espaço urbano projetado para vencer barreiras linguísticas e geracionais, em uma íntima cooperação com a natureza, com atenção à ecologia e ao desenvolvimento eco sustentável. Os serviços e projetos sociais oferecidos pela cidade serão geridos pelo Instituto PLANET The Smart City, sem custos adicionais aos moradores, a fim de sustentar os quatro pilares de forma econômica, sustentável e socialmente inclusiva.

A ideia é fazer com que seus habitantes se sintam parte do ambiente em que vivem, que vejam e sejam vistos, que ouçam e sejam ouvidos, em um espaço bem cuidado e acolhedor.

O Projeto conta com parceiros no ramo da tecnologia, como a TIM, a Tyco, a Arup, a Clevergy, a Dellavale e a Urmet, que oferecerão aos moradores recursos fundamentais como segurança, energia e inclusão social, assim como o Planet App, que funcionará como painel de controle da Smart City. Através do App, os habitantes poderão ter em seu smartphone todas as informações básicas da cidade, além do acesso aos serviços disponíveis.

Estão sendo investidos 18 milhões de euros na construção de 90 hectares apenas na primeira fase do projeto que terá um total de 330 hectares. Sabe o projeto “Minha Casa Minha Vida”? Pois bem, os preços são bem similares, ficarão entre R$99 mil e R$ 145 mil, os tamanhos variam entre 45m² e 65m², ao todo serão oferecidos 5 modelos de moradias que fogem dos padrões convencionais de habitações sociais.

Os lotes já estão à venda e podem ser comprados por valores a partir de R$ 21 mil, podendo ser parcelado em até 120 meses. A fase inicial do projeto deve ser entregue até o final de 2017.

O Projeto Smart City Laguna servirá de modelo para projetos mais ousados de habitação aqui na América do Sul, e também na África e Ásia.

Veja em vídeo, o projeto inovador da Planet Smart City