ursopreto.com

8 Ótimos motivos para você parar de fumar – ou não começar!

O que precisa acontecer para você deixar de lado essa ideia de querer começar a fumar ou continuar fumando? 

Foto: Reprodução / ()

A maioria das pessoas são ‘assediadas’ a começarem a fumar, muito provavelmente por achar que fumar ‘acalma’, fumar é coisa de classe, fumar faz aparentar mais maturidade, etc… 
Comprovadamente, o fato dos fumantes se sentirem calmos ao fumar, deve-se ao efeito placebo, o fato de acreditar que fumar lhe deixará calmo, fará com que seu sistema nervoso obedeça sua vontade sempre que acender um cigarrinho. 

O fato é que o cigarro mata, sem piedade, milhões de pessoas no mundo, ano após ano. No Brasil são centenas de milhares, apenas esse motivo seria o bastante para você largar de vez esse vício, mas é claro, não é nada fácil, por isso vou tentar lhe convencer a criar forças com alguns fatos sobre o cigarro.:

1  A fumaça do cigarro é uma mistura de aproximadamente 4.700 substâncias tóxicas.
O alcatrão presente no cigarro, contém mais de 40 substâncias comprovadamente cancerígenas. A nicotina juntamente com o monóxido de carbono provoca diversas doenças cardiovasculares e estimula o aparelho gastrointestinal a produzir ácido clorídrico, que pode causar úlcera gástrica.

2  A quantidade de nicotina livre é muito maior nos charutos do que nos cigarros, pois o pH da fumaça dos charutos é mais elevado. Esta nicotina livre é bem absorvida pela mucosa da boca e pode explicar porque os fumantes de charutos apresentam maior incidência de câncer de boca e língua;

Imagem: reprodção / (Campanha contra o tabaco. Autor desconhecido)

 3  O cigarro é responsável por 30% das mortes de câncer e 20% das mortes por ataques cardíacos e pode ocasionar aborto nas mulheres;

 4  Os processos farmacológicos e comportamentais que determinam a dependência do tabaco são similares aos que determinam a dependência de drogas, como heroína ou cocaína.

5  Os filhos de pais fumantes quando comparados com os filhos de não fumantes apresentam uma maior freqüência de infecções respiratórias, mais sintomas respiratórios como alergias e taxas ligeiramente menores de aumento da função pulmonar à medida que o pulmão amadurece;

6  A simples separação de fumantes e não fumantes dentro de um mesmo espaço pode reduzir, mas não elimina, a exposição de não fumantes à poluição tabagística ambiental;

7  O cigarro provoca 200 mil mortes por ano no Brasil (23 pessoas por hora);

8  Sem contar, que, fumar provoca disfunção erétil (impotência) em homens.