ursopreto.com

Você está NAMORANDO ou é FELIZ ?

Namorar ou não,eis a questão,todo namoro começa tão lindo,tão apaixonante,um querendo descobrir cada dia mais sobre o outro,agradando de todas as formas possiveis e sendo fiel até demais,porém depois dos 3 primeiros meses,começam as brigas,os momentos de ciumes,a monotomia de já conhecer demais um ao outro,é aquela fase em que parece que vcs se conhecem a anos então não é preciso mais surpresas,mais conquistas,vc já se sente seguro de que não vai perder a pessoa e esse é problema,porque é sempre nesse meio que acabam os namoros,vc sente falta da sua vida de solteiro,daquele joguinho de conquista,perde a graça saber que seu charme já não é mais infalivel e sabe POR QUÊ ??
Porque simplesmente no começo vc fazia de tudo pra cada novo dia conquistar a pessoa que está ao seu lado e um objetivo depois de alcançado tem pouco gosto de vitória e geralmente é passageiro,esse é problema dos relacionamentos,deixar chegar ao ponto morno,o certo é não perder o tal fio da meada,é saber que todo amanhecer é um novo dia de conquistar quem vc ama,mandar flores,ligar,mandar mensagens mas tudo controladamente,não com aquele grude ou louca obsessão,se não acaba acontecendo o que é mais frequente em toda relação,por falta de adrenalina e conquista,acaba ocorrendo a tal da infidelidade,e é sempre por parte do homem e raramente das mulheres,porque o único motivo de trairmos não é saudade de joguinhos de amor e sim falta do que os homens nos proporcionam apenas nos primeiros meses da relação,agora vcs homens já fazem isso por querer sair da rotina,algo diferente,aquela mesma adrenalina e divertimento da vida de solteiro,aquela liberdade de não precisar agradar ninguém e nem dar explicações porque vamos combinar que nós mulheres amamos intensamente achando que não existe o amanhã,nos desesperando com o hoje,por isso acabamos sufocando nosso parceiro e os influenciando a procurar alguém menos possesivo,isso é fato.Portanto minhas queridas e meus lindos,a vida não é feita de momentos que você respirou mas sim daqueles que o fizeram perder o fôlego.