ursopreto.com

A Ciência descobriu a Cura da AIDS (HIV) – Veja a simplificação da nova tática de tratamento

A descoberta médica mais importante dos últimos 25 anos.

A técnica de expulsão do HIV é muito complexa, logicamente. Mas o pessoal da revista Superinteressante deu um jeitinho de simplificar o processo de contaminação e tratamento.


1. CONTAMINAÇÃO
O HIV entra no organismo. Ele se instala nas células T, que são responsáveis  por coordenar a ação do sistema imunológico. Há dois tipos de célula, T; ativa e inativa. O Vírus invade ambos os tipos. 

2. INVASÃO DO DNA
O HIV entra na célula e se instala no núcleo dela, onde está o DNA. As células ativas se multiplicam e, com isso multiplicam o HIV. 
As células inativas não se multiplicam. Graças à ação de uma enzima, elas ficam dormentes e o vírus também.

3. O TRATAMENTO TRADICIONAL
Os medicamentos antirretrovirais, usados hoje, conseguem bloquear a progressão do HIV e controlar a AIDS. Mas não agem nas células inativas, onde o vírus fica escondido. (Se a pessoa parar de tomar os medicamentos antirretrovirais, o HIV ”escondido” acorda e a AIDS volta).

4. A NOVA TÁTICA
Um novo tipo de medicamento é capa de fazer as células acordarem e botarem para fora o HIV escondido. O vírus é jogado na corrente sanguínea.

5. A ELIMINAÇÃO
Os antirretrovirais agem sobre o HIV, permitindo que ele seja eliminado. Os reservatórios vão sendo esvaziados até não restar mais vírus.

6. TRATAMENTO ATUAL
O portador mesmo tratado, é transmissor do vírus, pois o HIV continua escondido no organismo.

7. NOVO TRATAMENTO
O vírus é varrido do organismo. Não transmite mais o vírus. 

fonte – revista Superinteressante, agosto de 2013